quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Martim Vilim da Melroeira - Opinião



Título: Martim Vilim da Melroeira
Autor: Framcisco Queiroz
Ilustrador: Marta Vilarinho de Freitas
Editor: Chiado Editora

Sinopse:

Martim Vilim é um melro que se julga demasiado igual a tantos outros e quer conhecer animais realmente diferentes e especiais. Para isso, aventura-se numa viagem que o leva até à Transilvânia e na qual aprenderá como viajar só faz sentido se pudermos voltar ao lugar onde pertencemos e onde somos tão especiais e tão diferentes como todos os outros. Martim Vilim da Melroeira é um livro sobre valores como a amizade e o respeito pela diferença; um livro para fazer os adultos sorrir e as crianças sonhar. 

Opinião:

Este é um livro infantil que conta as aventuras de um melro que percorre o mundo em busca de animais diferentes.  Depois de conhecer tantos e de fazer vários amigos, percebe que cada um é diferente e especial à sua maneira.



Achei o livro bastante bonito, principalmente para os mais novos. E as ilustrações são maravilhosas.



Este livro foi-me enviado em parceria com a Chiado Editora.

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

A Luz Entre Oceanos - livro e filme


Título: The Light Between Oceans/ A Luz Entre Oceanos
Autor: M. L. Stedman

Sinopse:

1926. Tom Sherbourne é um homem que, regressado dos horrores da Primeira Guerra Mundial, aceita ocupar o posto de faroleiro numa remota ilha ao largo da costa oeste australiana. Os únicos habitantes de Janus Rock, Tom e a sua esposa Isabel vivem uma vida pacata, isolados do resto do mundo. Numa manhã de Abril dá à costa um barco que transporta um homem morto e um bebé que chora - mudando para sempre o destino do jovem casal. Só anos mais tarde vão descobrir as terríveis consequências da decisão que tomaram naquele dia - à medida que a verdadeira história daquela criança se revela… Esta é uma história sobre o bem e o mal, e de como por vezes se confundem.

Opinião:

Este era um livro que já queria ler há algum tempo, e desde que soube que iria haver filme, esta vontade ainda aumentou mais. No início de 2016 comecei a ler, em inglês, mas não devia estar com a disposição certa, porque não estava a conseguir entrar na história, por isso abandonei-o. Em Novembro decidi voltar a pegar-lhe e aí sim, dei-lhe toda a atenção que merecia.

Foi um livro que mexeu bastante comigo. É daquelas histórias que nos faz perder a noção do bem e do mal, do que é que está correto e do que está errado, o que é justo e o que não é. Houve momentos em que pensei que não havia maneira de terminar de uma forma justa, mas enganei-me, o final agradou-me bastante.

Adorei o Tom, sempre a querer fazer a coisa mais correta, independentemente do que isso lhe custasse. Já não posso dizer o mesmo da sua esposa Isabel, que apesar de ter gostado dela no início e no final até estar aceitável, pelo meio irritou-me profundamente.

Gostei mesmo muito do livro, e é uma leitura que recomendo a todos. Estou a escrever esta opinião agora, e ao relembrar a história acho que deveria ter dado as 5 estrelas, já que me marcou bastante, mas fica para uma releitura.



Filme



Já em Janeiro, vi a adaptação cinematográfica e não me desiludiu. Faltaram bastantes partes do livro, que o torna tão rico, mas para o filme passaram as partes principais sem dúvida. Gostei mais da Isabel do filme, já que não foi nem metade do que é no livro.

É um filme que recomendo a todos. Se não quiserem ler o livro,  dêem pelo menos uma opotunidade ao filme, acho que não se vão arrepender.



quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Metas e Desafios Literários para 2017

Em 2017, não me vou propôr a tantos desafios literários como tenho feito nos últimos anos, uma vez que quero ler o que me apetecer no momento, sem sentir pressão em ler algo para o qual não estou com disposição.

Desafio no Goodreads

Em 2017 vou propôr-me a ler 75 livros. 



Vou participar no Nível 2 Intermediário, em que o objetivo é ler entre 13 a 24 livros de autores portugueses.


Vou participar no Nível 1 Iniciante, em que o objetivo é ler entre 1 a 20 livros adquiridos até 31 de Dezembro de 2016.



Por fim, decidi escolher 12 livros para ler em 2017, são livros que quero muito ler, por isso acho que não vai ser difícil:

Este ano quero apostar em Tolkien, por isso pretendo ler O Hobbit e os três volumes de O Senhor dos Anéis.

O Hobbit

A Irmandade do Anel (O Senhor dos Anéis) As Duas Torres (O Senhor dos Anéis, # 2) O Regresso do Rei (O Senhor dos Anéis, #3)



Quero terminar a trilogia Mistborn.

O Poço da Ascensão (Mistborn, #2) O Herói das Eras - Parte I (Mistborn #3, 1/2) O Herói das Eras - Parte II (Mistborn #3, 2/2)


Depois de ter estado tantas vezes na minha TBR em 2016 e nunca ter sido lido, deste ano não passa, quero ler Mulheres de Cinza.

Mulheres de Cinza


Quero ler o último volume de Outlander lançado em português, Os Tambores de Outono.

Os Tambores do Outono (Outlander, #4)


Quro ler Nas Asas do Amor.

Nas Asas do Amor (Wings of Glory #1)


Por fim, quero ler os dois volumes da minha edição de O Conde de Monte Cristo.

O Conde de Monte Cristo (The Count of Monte Cristo, #1)O Conde de Monte Cristo (The Count of Monte Cristo, #2)




quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Balanço de 2016

De uma maneira geral, o ano de 2016 correu-me bem em termos literários. No início do ano tinha-me proposto a alguns desafios, e de um modo geral, foram cumpridos.

No início, a minha meta no goodreads era de ler 70 livros, no entanto, em Agosto estava bem perto de a concluir, por isso decidi aumentá-la para 90. No entanto, a partir de Setembro, o meu ritmo de leitura diminuiu consideravelmente, e a meio de Dezembro decidi diminuir para 85. E foi mesmo por aí que fiquei, em 2016 li 85 livros e 33.816 páginas.

Classificações:

5* - 17 livros
4* - 34 livros               Média: 3,7*
3* - 27 livros
2* - 7  livros
1* - 0

Em 2016 li...
45 livros de autores no feminino
16 livros de autores portugueses
21 livros em inglês
6 clássicos
25 livros que foram adaptados a filmes ou séries
19 ebooks
20 livros de novos autores


Os meus livros preferidos foram:



As maiores desilusões (não que sejam necessariamente maus, mas ia com grandes expetativas e não corresponderam) foram:








Em termos cinematográficos o ano também não correu muito mal, se houve meses em que não vi quase nada, em outros meses vi bastante, perfazendo um total de 67 filmes vistos em 2016.

Alguns dos meus preferidos:

A Lista de Schindler Poster Os Oito Odiados Poster Quarto Poster Amigos Improváveis Poster


Os que menos gostei:

2001: Odisseia no Espaço Poster Batman v Super-Homem: O Despertar da Justiça Poster O Nome da Rosa Poster

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Leituras e Filmes de Dezembro de 2016

Antes de mais peço desculpa por andar desaparecida aqui do blogue, espero agora voltar a publicar regularmente e a colocar as opiniões em falta. 

Espero também que tenham um excelente 2017, e que este ano vos traga tudo aquilo que desejam.

Vou então mostrar-vos as minhas leituras e filmes que vi em Dezembro. As leituras andaram bem mais paradas do que esperava, mas no final de contas nem foi um mês assim tão mau, li 6 livros. 

Li as duas versões ilustradas de Harry Poter: 


Harry Potter and the Philosopher's Stone (Harry Potter, #1) Harry Potter and the Chamber of Secrets (Harry Potter, #2)
(5* a cada, claro)

How the Grinch Stole Christmas!
5*

Viagem ao Infinito
3*

Lost Christmas
4*

Empire of Storms (Throne of Glass, #5)
4*

Dezembro deve ter sido o melhor mês do ano, talvez de sempre, em  termos de filmes, no total vi 17.

Revi os 8 filmes de Harry Potter, e adorei.

Resultado de imagem para harry potter filmes


The Spectacular Now - 5* (em 10)


Brooklyn - 7*

Brooklyn Poster

The Age of Adaline - 7*

A Idade de Adaline Poster

Zootopia - 7*

Zootrópolis Poster

The Magnificent Seven - 5*

Os Sete Magníficos Poster

Rogue One - 6*

Rogue One: Uma História de Star Wars Poster

A Christmas Carol - 6*

Um Conto de Natal Poster

Krampus - 6*

Krampus: O Lado Negro do Natal Poster

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

História de Duas Cidades - Opinião

Título: História de Duas Cidades
Autor: Charles Dickens
Editor: Civilização Editora
Edição/ reimpressão: 2013 
Páginas: 424










Sinopse:

Ao fim de dezoito anos de prisão na Bastilha como prisioneiro político, o envelhecido Dr. Manette é libertado e parte para a Inglaterra, onde volta a encontrar a filha. Aí, dois homens, Charles Darnay, um aristocrata francês exilado, e Sydney Carton, um advogado brilhante mas de má reputação, apaixonam-se por Lucie Manette. Das ruas pacíficas de Londres, são levados para a Paris do Reino do Terror, onde a sombra fatal da guilhotina abarca tudo e todos.

Opinião:

Este era um dos clássicos que mais queria ler, tanto pelo livro em si, como para experimentar ler algo de Charles Dickens. Até gostei da escrita, mas admito que não achei que fosse a mais fácil de entre todos os clássicos que já li. A história em si também foi muito interessante, mas sinto que perdi alguma da sua essência devido à parte política que envolve. Apesar de ter bastantes contextualizações e notas ao longo do livro, acho que não consegui perceber tudo o que o autor queria transmitir. Talvez se fizer uma releitura daqui a alguns anos, vá desfrutar mais nessa altura.