quarta-feira, 6 de junho de 2018

Os Pilares da Terra - Opinião



Lembro-me de ter visto a mini-série telivisa "Os Pilares da Terra" quando esta passou na televisão portuguesa há uns anos, e sabia que tinha gostado bastante. No entanto, passado todo este tempo já não me lembrava praticamente nada sobre o que se passava. Só tinha na mente algumas imagens sobre a construção de uma igreja.

Como podem saber, já li alguns livros de Ken Follett e dos quais gostei bastante. Mas estes eram de um género diferente e admito que estava com um pouco de receio quando parti para a sua leitura.

Gostei bastante da nota introdutória do autor, escrita alguns anos depois de ter sido lançado o livro, a dizer que apesar de não ter ganho nenhum prémio literário foi o que mais obteve feedback pela parte dos leitores e, consequentemente, mais vendido. Também achei engraçado escrever uma obra completa sobre a construção de uma catedral e sobre monges, quando ele não acredita sequer em Deus, mas sempre gostou do assunto da arquitetónica das igrejas.

Não digo que fiquei agarrada logo nas primeiras páginas, no princípio ainda estava a conhecer as personagens e o que é que se estava a passar. Mas ao fim de talvez umas 50 páginas já estava mais que presa na história.

Este livro passa-se ao longo de várias décadas e acho que está escrito a um ritmo muito bom. Por vezes, quando surgia um problema, pensava que só iria ser resolvido muito tempo depois, mas acabava por ser resolvido (para bem ou para mal) até ao fim desse capítulo/parte.

A versão que eu li está dividida em dois livros, com vários capítulos, que ainda estão divididas em algumas partes. Estas são relativamente grandes no primeiro volume, mas vão sendo diminuídas no segundo, de uma forma geral.

Achei a obra muito bem construída no geral. Muito bem escrita, a um bom ritmo, com um bom equilíbrio de reviravoltas e personagens muito, muito bons. São quase todas muito marcantes, para o bem, para o mal ou lá no meio. 

As partes do William eram de arrepiar. Quando via que estávamos a ver as coisas pelo seu ponto de vista até tinha medo. É de uma crueldade e falta de compaixão de uma forma abismal. O Phillip, apesar de ser uma ótima pessoa e de ajudar quem pode, não deixa de ser de uma grande frieza no que toca ao amor entre um casal. Tom também é uma boa pessoa mas não consegue perceber o filho que tem. Achei o Jack um amor em todas as fases. A Alliana também é uma guerreira, passou por tanta coisa mas conseguiu sempre dar a volta por cima, mesmo sem a ajuda do irmão.

Enfim, podia continuar aqui a escrever por muito tempo, tanto que gostei deste livro. Tenciono ler em breve Um Mundo Sem Fim, que está de alguma forma ligado a Os Pilares da Terra.

Recomendo vivamente!

domingo, 13 de maio de 2018

Leituras de Abril de 2018

Depois de os três primeiros meses do ano não terem sido os melhores em termos de quantidade de leituras, em Abril entusiesmei-me e consegui recuperar um pouco. Consegui ler/ terminar 7 livros.



Vive a Tua Luz de Inês Nunes Pimentel - 4*

39354140

Uma leitura um pouco diferente do que costumo fazer, mas comecei a seguir a Inês há relativamente pouco tempo e fiquei com imensa curiosidade para ler este livro. A edição é maravilhosa, mesmo bonita, e também achei o conteúdo bem interessante. Gostei.

Os Pilares da Terra - 1 e 2 de Ken Follett - 5*

Os Pilares da Terra, Volume I   Os Pilares da Terra, Volume 2 of 2 (Os Pilares da Terra, #1)

Estes livros estavam nos meus objetivos para 2018. As expectativas eram altas, e não foram nada defraudadas. Adorei! A escrita, a história, as personagens, tudo. Super recomendo.

Mrs. Dalloway de Virginia Wolf - 2*

Mrs. Dalloway

Este também estava nos objetivos, mas infelizmente já não me agradou. Achei um pouco chato e sem muito sentido, talvez não o tenha percebido de todo.

A Rainha no Palácio das Correntes de Ar de Stieg Larsson - 4*

A Rainha no Palácio das Correntes de Ar (Millennium, #3)

Finalmente consegui terminar este livro. Apesar de ser um bom livro e ser interessante, a verdade é que não me impulsionava a pegar nele. Acabei por passar alguns meses a lê-lo.

We Should All be Feminists de Chimamanda Ngozi Adichie - 5*

We Should All Be Feminists

Um livro muito interessante sobre o feminismo. Embora ache que a realidade cá não seja como na Nigéria, a verdade é que ainda há vários aspectos que demonstram que não há completa igualdade entre homens e mulheres.

Unravel Me de Tahereh Mafi - 4*

Unravel Me (Shatter Me, #2)

A leitura deste livro não foi nada regular. Se a primeira metade lia quase arrastada, na segunda foi a correr. Gostei muito da evolução da história e das personagens.

domingo, 1 de abril de 2018

Voltei! + Leituras do 1º Trimestre de 2018

Antes de mais, quero pedir desculpa por ter desaparecido completamente do mapa e ainda por cima sem aviso prévio.

Com o novo ano chegou também um novo trabalho e o meu tempo livre reduziu consideravelmente. Faltou o tempo para vir tanto ao meu cantinho como aos vossos, mas faltou também o tempo disponível para ler.

Para 2018 já tinha baixado a minha meta de livros a ler, mas por este andar ainda vou ter de a baixar mais. Para além de ter pouco tempo livre, o pouco que tenho tenho de o distribuir por diversas coisas, sendo a leitura apenas uma delas.

Confesso que durante este tempo, pensei em abandonar o blogue, mas a verdade é que senti saudades deste cantinho e, por isso, vou tentar organizar-me um bocadinho melhor e continuar por cá mais regularmente.

Como vos disse, as leituras não têm sido muitas, nestes 3 meses terminei apenas 7 livros.



O Grande Gatsby de F. Scott Fitzgerald - 3*

O Grande Gatsby (Ler Faz Bem, #5)
Foi a primeira leitura de 2018 e não me enxeu as medidas. Não achei grande piada à história, talvez não a tenha percebido completamente, mas não foi um livro que me marcasse.

Irmãs em Auschwitz  de   Heather Dune Macadam - 5*


Irmãs em Auschwitz


Este é um livro marcante baseado em factos verídicos sobre duas irmãs que sobreviveram ao Holocausto. Recomendo vivamente a quem gosta do tema.



A Contadora de Histórias de Jodi Picoult - 5*



A Contadora de Histórias


Mais um livro do holocausto, desta vez "ficcional". Também muito marcante. Gostei muito de ver pela primeira vez a história pelo outro lado, pelo dos nazis.

Jane Eyre de Charlote Bronte- 5*

Jane Eyre

Não tinha grandes expectativas para este livro. Vi o fime mais recente há alguns anos e não achei nada de especial na altura, e esqueci-o completamente. Mas lá decidi dar-lhe uma oportunidade, e ainda bem que o fiz. Este livro prendeu-me desde o início. Não só pela história, que é interessante e muito importante principalmente para a época em que foi escrita, mas o que mais gostei foi a escrita, que é bastante envolvente. Fui lendo este livro quase ao longo de um mês, li-o lentamente, em média um capítulo por dia, mas que me proporcionou tempos deliciosos. Adorei completamente.

A Rapariga que Sonhava com Uma Lata de Gasolina e Um Fósforo de Stieg Larsson - 4*

A Rapariga Que Sonhava com Uma Lata de Gasolina e Um Fósforo (Millennium, #2)

Este é um livro mais lento do que o primeiro da trilogia e, por isso, não me prendeu tanto. Mas gostei muito da parte final, surpreendeu-me.

O Aliensta de Machado de Assis - 2*

O Alienista (Ler Faz Bem, #6)

Foi uma leitura OK, que não me disse nada, sinceramente. Apesar de até ter um tema interessante, não me marcou.

A Guerra Não Tem Rosto de Mulher de Svetlana Alexievich - 5*

A Guerra Não Tem Rosto de Mulher

Um livro de não ficção com os testemunhas das mulheres da União Soviética que participaram na 2ª Guerra Mundial. Repleto de histórias fortes e que me deixou várias vezes com um aperto na garganta. Recomendo a quem gosta de livros de não ficção.

E tenham uma boa Páscoa!!

segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

Balanço de 2017 e Perspetivas para 2018

O ano de 2017 foi um ano de altos de baixos em termos de leituras. No início do ano tinha colocado a meta no goodreads de ler 75 livros e, a verdade é que passei grande parte do ano atrasada neste desafio, e pensei mesmo que não o iria conseguir cumprir. 


Dezembro

Em Dezembro fiz então um pouco de batota, e fui à procura de livros mais pequeninos. Não que seja muito a favor desta resolução, mas acabei por fazer leituras que queria fazer há algum tempo e que se mostraram bastante agradáveis. No total, terminei 14 livros neste mês, mas alguns foram iniciados antes.

Fangirl  O Ano da Dançarina The Snow Child Sono Terra de Neve Shatter Me (Shatter Me, #1) Harry Potter and the Prisoner of Azkaban (Harry Potter, #3) Hyperbole and a Half: Unfortunate Situations, Flawed Coping Mechanisms, Mayhem, and Other Things That Happened Short Stories from Hogwarts of Heroism, Hardship and Dangerous Hobbies (Pottermore Presents, #1) A Arca de Natal Um Momento Inesquecível Short Stories from Hogwarts of Power, Politics and Pesky Poltergeists (Pottermore Presents, #2)
Hogwarts: An Incomplete and Unreliable Guide (Pottermore Presents, #3) It


Balanço 2017

Consegui ler então 75 livros, com um total de 27.682 páginas.

Os melhores:

                         (Os dois volumes)
O Conde de Monte Cristo by Alexandre Dumas Os Tambores do Outono by Diana Gabaldon No Teu Olhar by Nicholas Sparks Não Digas Nada à Mamã by Toni Maguire
               

Não achei justo incluir aqui a versão ilustrada de Harry Potter and The Prisoner of Azckaban, já que foi uma releitura.

Os que menos gostei:

Baker's Magic - A Magia do Pão by Diane Zahler Casino Royale by Ian Fleming Viagens na Minha Terra by Almeida Garrett Terra de Neve



Perspetivas para 2018

Para 2018 não vou propôr-me a grandes metas literárias. Vou apenas participar no desafio do goodreads com 50 livros e defeni também 12 livros que tenho na estante (à exceção de um) e que tenho muita vontade de ler. Não estou com ideias de participar em desafios muito específicos, não quero mesmo condicionar as minhas leituras e sentir-me pressionada a ler. Quero ler o que me apetece, independentemente do tempo que poderei levar até terminar. Também dedicar algum tempo a pôr séries em dia e ver filmes que já quero ver há algum tempo.

Estes são os 12 livros que escolhi para 2018:

Outlander V - A Cruz de Fogo As Vinhas da Ira Mrs. Dalloway Os Pilares da Terra, Volume I Os Pilares da Terra, Volume 2 of 2 (Os Pilares da Terra, #1) Um Mundo Sem Fim, Volume I Um Mundo Sem Fim, Volume II Cisnes Selvagens: Três Filhas da China Persuasão A Rapariga Que Sonhava com Uma Lata de Gasolina e Um Fósforo (Millennium, #2) Mar de Papoilas Full Dark, No Stars

Desejo a todos um excelente 2018, recheado de boas leituras!