sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Portugueses nos Campos de Concentração Nazis - Opinião



Título: Portugueses nos Campos de Concentração Nazis
Autor: Patrícia Carvalho
Ano de publicação: 2015


Sinopse:

Toda a verdade sobre os portugueses deportados para os campos de concentração nazis.

Portugal adoptou uma posição neutral durante a Segunda Guerra Mundial, mas isso não significa que os seus cidadãos se tenham mantido à margem do conflito que devastou a Europa pela segunda vez no mesmo século, depois da guerra de 1914-1918. Ao mesmo tempo que, no território nacional, se desenvolviam as contradições de uma política espartilhada entre alguma simpatia por Adolf Hitler e a antiga amizade com Inglaterra, com Salazar a fazer tudo para manter o país fora do conflito, os portugueses que tinham emigrado para França sentiam na pele os efeitos da ocupação, dos bombardeamentos e das prisões.
Enquanto Lisboa era solo fértil para os espiões, e os refugiados que conseguiam ultrapassar os entraves da política salazarista aguardavam por um barco que os levaria para outros destinos, havia portugueses a juntarem-se à Resistência ou a serem apanhados em buscas a aldeias francesas, que culminavam na detenção de todos os homens que não fossem jovens ou velhos demais para trabalhar a favor do esforço de guerra alemão.
Enquanto Portugal era palco de trocas de prisioneiros de guerra, alguns portugueses desapareciam no sistema de campos de concentração nazis.
Este livro precioso resulta de uma investigação que deu também origem à reportagem homónima publicada em 2014 pelo jornal, vencedora, entre outros, do prémio Melhor Reportagem Multimédia, atribuído nesse ano pelo Observatório do Ciberjornalismo. O objectivo dessa reportagem foi, em primeiro lugar, descobrir se tinham existido portugueses nos campos de concentração e, em segundo, confirmada a sua existência, contar as suas histórias. Este é um trabalho fundamental, que dá a conhecer factos inéditos sobre os portugueses que, nascidos de norte a sul do país, tiveram passagem, muitas vezes fatal, pelos infames campos disseminados pelo nazismo.
Com fotografias do premiado fotojornalista Nelson Garrido.

Opinião:

Hoje é dia de recordar e homenagear as vítimas do Holocausto. É então a altura ideal para vos vir falar sobre este livro que junta este tema e a história de Portugal.

Portugal declarou-se neutro, na altura da 2ª Guerra Mundial, tendo assim a maioria dos portugueses escapado às terríveis consequências da guerra sofridas por toda a europa. No entanto, houve alguns que não tiveram essa sorte e acabaram mesmo por ir para campos de concentração, independentemente da sua nacionalidade.

Admito que comprei o livro apenas pelo título, o tema interessa-me bastante e estar relacionado com portugueses ainda mais. Por isso, não sabia que era uma reportagem, da qual foi publicada em 2014 uma versão menos aprofundada no jornal Público. Este formato foi-me um pouco estranho no início, uma vez que está escrito de uma maneira bem diferente daquilo que costumo ler, mesmo que sejam livros de não ficção. No entanto achei bastante interessante, gostei muito de saber como portugueses foram parar aos campos de concentração nazis.

Acho importante referir dois pontos. O primeiro, é que nesta repostagem consideram portugueses pessoas que nasceram em Portugal, independentemente da nacionalidade dos pais e do tempo que cá permanecessem após o nascimento. O segundo é que apenas foram para os campos portugueses que estivessem noutros países, ou seja, nunca eram para lá mandados de Portugal.


(No início de cada capítulo tem algumas fotografias)


Foi um livro que apesar de tudo gostei e que me deu mais informação sobre o assunto. Recomendo a todos os que gostam do tema Holocausto.


6 comentários:

  1. Olá Sara,
    Parece ser um livro muito interessante.
    Espero lê-lo um dia destes.
    Beijinhos e boas leituras

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Tita
      É, sim, espero que gostes.
      Beijinhos e boas leituras

      Eliminar
  2. Olá Sara,
    Que excelente livro :) desconhecia. Já ficou apontado para o ano :)
    Beijinhos e boas leituras

    ResponderEliminar
  3. Olá,
    Não conhecia, mas parece ser um livro bem interessante e bem completo pelo facto de conter algumas fotografias. :)
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá
      Sim, apesar de ser num registo diferente, é interessante :)
      Beijinhos

      Eliminar