quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Admirável Mundo Novo - Opinião

Título: Admirável Mundo Novo
Autora: Aldous Huxley
Editora: Coleção Dois Mundos
Edição/ reimpressão: 2001 (1ª edição em 1931)
Género: Ficção Científica
Páginas: 280







Sinopse:

Publicado em 1932, Admirável Mundo Novo tornar-se-ia um dos mais extraordinários sucessos literários europeus das décadas seguintes. O livro descreve uma sociedade futura em que as pessoas seriam condicionadas em termos genéticos e psicológicos, a fim de se conformarem com as regras sociais dominantes. Tal sociedade dividir-se-ia em castas e desconheceria os conceitos de família e de moral. Contudo, esse mundo quase irrespirável não deixa de gerar os seus anticorpos. Bernard Marx, o protagonista, sente-se descontente com ele, em parte por ser fisicamente diferente dos restantes membros da sua casta. Então, numa espécie de reserva histórica em que algumas pessoas continuam a viver de acordo com valores e regras do passado, Bernard encontra um jovem que irá apresentar à sociedade asséptica do seu tempo, como um exemplo de outra forma de ser e de viver. Sem imaginar sequer os problemas e os conflitos que essa sua decisão provocará. Admirável Mundo Novo é um aviso, um apelo à consciência dos homens. É uma denúncia do perigo que ameaça a humanidade, se a tempo não fechar os ouvidos ao canto da sereia de uma falsa noção de progresso.

Opinião:

Este era um livro que me despertava a curiosidade há algum tempo. Aproveitei a leitura conjunta do grupo Clube de Leitores em português no goodreads para finalmente o ler.

É um livro com uma ideia bastante interessante. Na sociedade futura nada é como o que existe hoje, o que é normal é considerado uma aberração nessa altura. As pessoas são criadas em provetas, família é algo que não existe, a solidão é fortemente desencorajada, a monogamia é impensável e as pessoas estão divididas em 5 castas. Achei tudo isto brilhante, ainda para mais para a altura em que foi escrito.

Fez-me pensar bastante. O que será melhor ou pior? Sermos livres e podermos tomar as nossas opções  e ter as nossas opiniões conscienciosamente ou sermos condicionados para podermos ser felizes? Muitas vezes quando perguntamos a alguém o que mais quer na vida, a sua resposta é querer ser feliz. Mas será que esta felicidade será assim tão boa se formos quase obrigados a tê-la, se ela não depender em nada de nós e se nos for imposta por outros? Sinceramente não sei o que pensar, talvez seja melhor termos alguma escolha.

Achei bastante interessante o conceito de hipnopedia e maneira como era usada. Embora não concorde muito com os ensinamentos transmitidos.

Gostei mais das ideias e de conhecer este mundo do que da história em si. Bernard desiludiu-me um pouco. O Selvagem, que poderia demonstrar melhor a sociedade atual (ou vá, de 1931), também teve algumas atitudes bastante exageradas na minha opinião.

É um livro que recomendo, principalmente a quem gosta de distopias.


11 comentários:

  1. Olá Sara,
    Terminei a leitura mesmo agora. Fiquei um pouco chocada com o tipo de livro por ter sido escrito naquela época.
    Mas achei brilhante como já existiam ideias destas, afinal a distopia não é algo assim tão recente como eu pensava.
    Gostei muito da tua opinião.
    Beijinhos e boas leituras.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Carla
      Ui, leste num instante :) Realmente, é incrível.
      Também pensava que era mais recente.
      Obrigada.
      Beijinhos e boas leituras

      Eliminar
  2. Ois,

    Bem já o disse no blog da Carla, as disptopias não são de todo a minha praia e até já li algumas, mas não tenho a menor duvida estarmos na presença de um bom livro...mas acho que falta sempre algo, não sei explicar bem :(

    mas tens ai outras igualmente muito boas, se gostaste vale a pena ler mais ;)

    Bjs e boas leituras

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Fiacha
      Mas já leste este?
      Sim, acho que irei ler mais algumas.
      Beijinhos e boas leituras

      Eliminar
    2. Não não distopias só se forem leves, como os Jogos da Fome :D

      Eliminar
  3. Olá,
    Gostei da opinião. Acho que ia gostar do livro.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá
      Obrigada :) É muito interessante.
      Beijinhos

      Eliminar
  4. Também comecei a ler para a leitura conjunta do GR mas ando com uma preguiça de continuar... e eu gosto de distopias, mas ando tão cansada que só consigo ler algo mais leve.

    (Btw adicionei-te como amiga no GR - Carla)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É um bom livro mas é preciso ter um pouco de atenção para não nos perdermos :)
      Já adicionei ;)

      Eliminar
  5. Olá Sara,
    Fico contente por teres gostado do livro! Já o li e adorei!
    Beijinhos

    ResponderEliminar